APLAUSOS INCONSCIENTES

APLAUSOS INCONSCIENTES

Recebo, repetidamente, nos últimos dias vídeo-discurso contraditório de Paulo Paim — filiado e defensor de partido com 13 anos de poder-federal — manteve o esdrúxulo fator-previdenciário (criação do PSDB e outros não menos perversos e/ou pervertidos da era FHC), portanto, além de o senador sequer se desligou da legenda (PT), que traiu aos eleitores-contribuintes do INSS e, principalmente, subtraiu de aposentados o justo direito da percepção de valor da aposentadoria, ou seja, o miserável “joga para plateia” e convence tão-somente gente incauta (pessoas desprovidas de senso-crítico), diga-se, a maior parcela da população brasileira.
Resumido e sem meias-palavras: o referido “político” é demagogo e desrespeitoso.