AÇÃO DA REAÇÃO

AÇÃO DA REAÇÃO

Há mês queixei-me da ausência de atuações do Estado e Conselho de Médica perante falsificação, especialmente do conhecido — não disse reconhecido — “apóstolo”.
Ministério Público Federal (MPF) ajuizou uma ação civil pública para que o pastor evangélico Valdemiro Santiago e a Igreja Mundial do Poder de Deus paguem pelo menos R$300 mil de indenização por danos sociais e morais coletivos, contudo, procedimento carece de enquadramento criminal
(charlatanismo e/ou falsidade ideológica) do “religioso”.

Chefe da Igreja Mundial do Poder de Deus* (IMPD), em vídeo divulgado na web, anunciou sementes de feijão com “poderes de curar a Covid-19”, imagens com citação de caso de plena recuperação da doença através do uso dos grãos, que comprovaria um atestado médico.
João S. Souzs