Artigo

SURRUPIO DE ÁGUA MINERAL DO FÓRUM

O Tribunal de Justiça de S. Paulo, sob relatoria do desembargador Ferraz de Arruda, apura o caso de juiz acusado de levar, diariamente, para casa mais de dez garrafas de água do fórum. Segundo levantamento, desfalque de 60 recipientes por semana, enfiados pelo magistrado em sua própria mochila, conhecido como…

ENDÊMICO EFEITO

“A Saraiva, em recuperação judicial, fecha livrarias em São Paulo, Rio, Recife, Porto Alegre e em outros locais” (Estadão). Mercado Editoral — não exclusivamente essa referida empresa –, durante décadas, praticara elevados preços de “seus” produtos, a exemplo Enciclopédia Saraiva de Direito, editada quinzenalmente os 79 volumes, a custo superior…

“CRUZADAS EVANGÉLICAS” Indivíduos, aos milhões, alienados (adoecidos), usados como objetos por exploradores — pessoas e/ou grupos, principalmente membros familiares — inescrupulosos, cujas finalidades são divesas, dentre as quais enriquecimentos sem causa, acabrestamentos de votos e tantas outras coisas, açambarcamentos patrimoniais mediante colorário “doação”, ou seja, atuações marginais sob a luz e, também, na escuridão diárias, que, convenientemente, o Estado (governantes) finge existência de normalidade (moral e legal) procedimental. “Evangélico” tenta arrancar tubos de pacientes com Covid-19, contido em Manaus, à noite, por volta das 21h. O homem de 39 anos, detido por policiais militares da 28ª Companhia Comunitária após invadir uma unidade hospitalar localizada no bairro Colônia Antônio Aleixo, na Zona Leste da capital amazonense, tentara arrancar tubos de respiração utilizados por pacientes diagnosticados com o novo coronavírus (Covid-19). Enquanto isto, fora do Brasil: “grupo de bispos e pastores da Igreja Universal do Reino de Deus em Angola informou ter assumido na segunda-feira (22/6) o controle de 35 templos da instituição em Luanda e cerca de 50 em outras províncias do país, como Lunda-Norte, Huambo, Benguela, Malanje e Cafunfo. Os religiosos angolanos declararam ruptura com a gestão brasileira. É um movimento sem precedentes, que começou em novembro de 2019, com a divulgação de um manifesto com críticas à direção da igreja no Brasil” (BBC BRASIL). João S. Souza

João S. Souza