CAUSA PRÓPRIA — LITERAL

CAUSA PRÓPRIA — LITERAL

Eu, particularmente, pregador do VOTO-NULO desde 2002, como outras pessoas com esclarecimentos básicos e não alienadas às falsas pregações politiqueiras, não carecemos de explicação do tipo contida no discurso em “redes sociais” do “ilustrado” vereador-interessado, mesmo porque literalmente aproveitador do “voto”,  obtido dos incautos — grande parte adeptos de “torcidas”, inclusive fora de estádios ou “arenas”, em favorecimento a times de futebol e tantas tolices que apetecem à maioria –, pois, indivíduos instituídos difusores da proposta aversa a MALFAZEJOS e, consequentemente, repúdio a malfeitores, situam longe da sombra da ignorância quanto à questão em TELA.

João S. Souza