“COMPLETO” e “ACABADO”

“COMPLETO” e “ACABADO”

Concebidas, empiricamente, explicam diferença entre as duas palavras nas aplicações e sentidos perceptíveis, embora, hajam afirmações da NÃO existência de distinção ou separação entre ambas, inclusive quanto a gênero, senão vejamos:
casa-se com a mulher certa, estás COMPLETO;
una-se a mulher errada, estás ACABADO.
E, quando a mulher certa — acaso exista — apanha-o envolvido com mulher errada, estás ACABADO por COMPLETO!