DESFAVOR POPULAR

DESFAVOR  POPULAR

DESFAVOR POPULAR

“Famosos” — incluidas auto-anunciadas celebridades — aceitos pelo contigente constituído de “anônimos” como seres de apurados conhecimentos e discernimento. 

Exemplos cristalinos traduzem a contraditória realidade, que, quase sempre, figuras glamorosas e descompromissadas quanto ao dever de cuidarem (enquadrarem) não apenas suas pronúncias, haja vista rosário de afronta à compreensão da inteligência, que, sem temor, à luz do dia, lançam, com galhardia, impropérios à massa indigente.

Descarrilamento desse “trem”, tripulado por surdez e cegueira, ao que parece, irreversível, ainda que apontados, insistentemente, descaminhos passíveis de reparações acaso removida renitência à melhoria, mesmo porque autocrítica distancia e cada vez mais acelerada dos membros do processo de decomposição nacional, a considerar:
“a irmã (do ditador da Coreia Norte) vai estar chegado…” (M. Yung — CBN, 8/02/18 — 9:12h); “acabou, acabaram, acaba…” (P. Paxeco numa única frase — CBN – 23/4/18, 07:29h); “quem tem cachorro acaba vivendo mais” (M. Atala — CBN, 20/7/18 — 8:18h); “vai bunda pra cima, vai bunda pra baixo” (abundância musical — Faustão, 22/07/18– 19:36h); “… Competição acaba de começar” (Band FM — 08/08/18 — 08:34h); “… a sua empresa irá… você não irá …” (Max Gehringer — CBN, 30/10/18 — 6:34h); “tirar fora do genoma” (Band FM — 12/12/18 — 10:28hh); “ele (fã de A. Rickman) acabou sendo morto” (Poliana — Balaço Geral 13/12/18 — TV Record); “vai vir, vai chegar — rateio lei Kandir” (a repórter CBN — 18/12/18 — 10:17h); “… a família no Japão, ela acabou se extinguindo” (Globo Esporte — atleta descendente nipônica — 16/12/18); “é a primeira vez que a gente, a gente digo eu…” (M. Tas — CBN, 17/12/18, 9:06h — referência ao voo espacial comercial); “… vinte e nove ministros vão estar aqui em Brasília…” (Band News FM — R. Orengo — 19/12/2018, 8:55h); “vai acontecer ao longo do tempo, ao longo da semana” e “nós vamos conversando ao longo do jornal da CBN” (M. Yung 24/12/18 – 07:15/7:24hCBN); “sendo que não tá sendo pra gente de Juiz de Fora…”(repórter Naiara ”MG 1″ – 25/12/18); “… jovem que acabou sobrevivendo … “, “Ele (sobrevivente) acabou sendo atendido… essa tragédia acabou fazendo 5 vítimas” (a repórter  —  “MG 1” – 25/12 e 26/12/18, respectivamente — ‘MG 1’ – notícia mortes cachoeira MG); “você acaba perdendo a vida” (N. Couto, sobre passeio sem guia — Band News —  26/12/18 – 10:00h); “… acabou de roubar, ela (vítima) conta que acabou…”, “Vai fazer aborto e acaba morrendo” (a repórter e o aprestador M. Tramonte, respectivamente —  ‘Balanço Geral’ TV Record – 26/12/18).
 — João S. Souza —