A DEVER ____________________________________ Eu não me alinho nem alio à cega a ‘convocações’ ordinárias ou extraperiódicas, equivale indiferença a lado, a exemplo ‘bolsonarismo’ ou ‘lulismo’. Enseja observação sobre obstinada proposição midiática a desfraldar bandeira “genêros alternativos” (opcionais), que a minha canhestra compreensão e opaca visão concebem posicionamento dispensável. Compreensível e/ou aceitável seria(m) observação(ēs) ou grifo(s) presa(s) à qualificadora HUMANIDADE (homem sapiens) indiferente às ilustrações — número e gênero, sem trocadilho — que sequer, talvez, tais grupos somados são minoria populacional a desautorizar concessões de eventuais privilégios distintos em relação ao restante humano. Pronunciar a respeito do tema, acaso não lançado com zelo, quiçá mimo, resultar-se-á enquadramento como discriminatório e infracional penal, variadas tipificações. Assim, não alcancemos raias do absurdo. “Eduardo Bolsonaro pede boicote à Globo por abraço de Drauzio Varella em trans presa. Deputado repercutiu boato sobre Suzy e disse que reportagem do Fantástico foi produzida para ‘vitimizar’ a transexualidade”. Somos prisioneiros de redomas que construimos, e, para não nos situarmos grosseiramente, não tanto ao ar, tampouco ao mar, mister menos arroubos.

A DEVER ____________________________________ Eu não me alinho nem alio à cega a ‘convocações’ ordinárias ou extraperiódicas, equivale indiferença a lado, a exemplo ‘bolsonarismo’ ou ‘lulismo’. Enseja observação sobre obstinada proposição midiática a desfraldar bandeira “genêros alternativos” (opcionais), que a minha canhestra compreensão e opaca visão concebem posicionamento dispensável. Compreensível e/ou aceitável seria(m) observação(ēs) ou grifo(s) presa(s) à qualificadora HUMANIDADE (homem sapiens) indiferente às ilustrações — número e gênero, sem trocadilho — que sequer, talvez, tais grupos somados são minoria populacional a desautorizar concessões de eventuais privilégios distintos em relação ao restante humano. Pronunciar a respeito do tema, acaso não lançado com zelo, quiçá mimo, resultar-se-á enquadramento como discriminatório e infracional penal, variadas tipificações. Assim, não alcancemos raias do absurdo. “Eduardo Bolsonaro pede boicote à Globo por abraço de Drauzio Varella em trans presa. Deputado repercutiu boato sobre Suzy e disse que reportagem do Fantástico foi produzida para ‘vitimizar’ a transexualidade”. Somos prisioneiros de redomas que construimos, e, para não nos situarmos grosseiramente, não tanto ao ar, tampouco ao mar, mister menos arroubos.

João S. Souza