ESBULHO de TERRENO PÚBLICO

ESBULHO de TERRENO PÚBLICO

Suponho, acaso aguardemos silenciosos e/ou passivamente resolução da DEMANDA correspondente à reinvidicação administrativa de reintegração de posse da áree pública (terreno interno da rotatória, 42 mil metros quadrados, entre Av. Tereza Cristina e Via Expressa — Coração Eucarístico — BH), ocupado ilegalmente por Via Engenharia, antecedida por Mendes Júnior, enquanto isso o tempo, por sua vez, URGE contrário às pessoas envolvidas diretamente no referido pleito perante Administração Municipal da capital mineira, inclusive reunimos com o prefeito Alexandre Kalil no dia 24 janeiro do corrente ano — vê-se aparência de compadrio ou desânimo face a empresas, diga-se, beneficiárias de favoráveis contratações de serviços sob dispêndio de cofres públicos –, assim, à luz de exemplares de situações passados (processos anexos), sugiro iniciarmos — que sejam duas ou meia dúzia de pessoas — efetivo embate via judicial, isto, é o que proponho e, na qualidade de advogado, coloco-me à disposição de eventuais reais interessados à atuação judicialmente, a começar por Interpelação e notificação da PBH e órgãos afins!
João Silva de Souza