GOVERNANÇA MODERNOSA

GOVERNANÇA MODERNOSA

Essas histórias “vêm e vão, não em vão”: protagonizadas Lacerda Pimentel, Aécio, Anastasia e muitos caminhões lotados de OUTROS do gênero “indivíduo-governo” municipais, estaduais e federais imunes a escrúpulos e tampouco sentimento piedade ante aos seus ditos representados, isso, independente de o(s) indigitado(s) originar/em-se de classe poderosa ou gente menos graúda, e não influenciável a tal ideologia (socialismo/comunismo, esquerda, direita ou centro) praticada no passado, porque TODOS esses detentores de chaves dos cofres-públicos extraem para si o máximo proveito da produção pertencente à população. João S. Souza