Í D O L O S

Í D O L O S

  1. Escrevi “definição” — minha concepção — sobre adoração ou idolatria, isto, no livro Aversão Comentada — 1a. e 2a edições –, e, posteriormente, adquiri e li “Crepúsculos dos Ídolos — F. Nietzsche —, obtive certeza da tolice em cultuar individuo(s), seja(m) qual(is) mortal(is) beneficiário(s) de tal procedimento, humanamente indecoroso.
    Falta de juízo à formação da RAZÃO!
    João S. Souza