I V O

Santo, usado, demagógicamente, por cúpula da OAB/MG, há, aproximadamente, duas décadas, substituiu o título “Hospital do Advogado” por nome de santo, o que constatei, à época, numa reunião emergencial e ‘tensa’ com o então diretor da CAA, Luiz Carlos Mangaba, que me noticiara pretensão à alteração do refeido NOME da unidade, até então sob controle da Caixa de Assistência do Advogado, que, na naquela oportunidade, eu repudiei, veementemente, tal propósito maléfico e lesão a nossa categoria profissional.
Tempo pequeno após o mencionado entrevero apareceu o resultado previsto e anunciado, qual seja a transferência da instituição hospitalar para o controle da Unimed, por razão meramente MERCANTIL, acaso não se enquadra, também, imoralidade.
.

João S. Souza