“JORNADA e J O R N A L I S M O”

“JORNADA e J O R N A L I S M O”

I s E n Ç ã O distancia de porta-vozes e representantes midiáticos, esforçados na missão de destituir evidências de cometimentos de delitos por quem esteja no rol de suas simpatias, amizades ou coisa que equivalha.

Jornalista, demitido da revista Veja após flagrante da sua conversa com Andreia Neves, isto, antes da sua prisão, cujo conteúdo constatado inegável comprometimento ou propósito de favorecimento a Aécio através da coluna do articulista no citado semanário, quando adiantara à ex-dama-de-aço de Minas o propósito de engendrar matéria a publicar naquela edição a veicular-se no então vindouro editorial de fim-de-semana.

Passado o episódio, o mesmo, sem disfarce, empenha-se na defesa de M. Temer, e ataca o procurador da república, como o fez ontem (17-07-17) com discurso flagrantemente tendencioso, no programa Roda Viva, da TV pública, canal 9, em rede nacional.
Opinião, tal qual bumbum, é pessoal e  inalienável, embora, há possibilidade de cessão onerosa, ou voluntariosamente.
João S. Souza