MERCADO CENTRAL – 90 ANOS

MERCADO CENTRAL – 90 ANOS

Eu, terráqueo (‘mineiro’), cresci e amadureci, diário e ininterruptamente, por questões funcionais, até 2002, na Praça 7 de Setembro, e sou, talvez, parte da minoria dos mineiros habitantes de Belo Horizonte não apegado ou habituado à frequência a “mercados” (atualmente, desaconselhável tal procedimento, razão óbvia), a não ser na condição de pretenso adquirente de produtos não encontráveis noutro recinto.
Frequentava, muito mais que atualmente, a cidade do Rio de Janeiro, em convivência com parentes e amigos lá residentes, que, semanalmente, visitam a conhecidíssima Feira de São Cristóvão, enquanto apenas uma dessas dezenas de vezes eu acompanhei-os nessas “empreitadas”
.
João Silva Souza