MISERAVEIS.COMINSTITUTO MISERÁVEIS

CALAMIDADE PÚBLICA

A música POP (estilo) de produção norteamericana não sofre desse perverso e/ou pervertido declínio operante no Brasil, explicável, porque, talvez, na terra-tupiniquim a ignorância e a desfaçatez são questões de ordenações incontestáveis e, claro, incontíveis, e, diga-se, compõem esse sentimento nacionalista, portanto, a razão de essas DEZ músicas “tops” (consumidas/ouvidas)…

ESBULHO de TERRENO PÚBLICO

Suponho, acaso aguardemos silenciosos e/ou passivamente resolução da DEMANDA correspondente à reinvidicação administrativa de reintegração de posse da áree pública (terreno interno da rotatória, 42 mil metros quadrados, entre Av. Tereza Cristina e Via Expressa — Coração Eucarístico — BH), ocupado ilegalmente por Via Engenharia, antecedida por Mendes Júnior, enquanto…

DESALENTO

PUBLICOU o escritor Carlos Lúcio Gontijo: “(?) COMO PODE HAVER INDEPENDÊNCIA NUM PAÍS EM QUE 44% DA POPULAÇÃO NÃO LEEM E OUTROS 30% NUNCA COMPRARAM UM LIVRO SEQUER?!” Eu experimento, deliberadamente, por meio de efeivas doações de milhares de Livros autorais próprios — que me são CAROS não apenas econômico…

TAMPA & BALAIO

Amigo (não ocupante de cargo público, tampouco tem graduação escolar) escreve “miserável” com Z, há anos. O ministro da Educação, Abraham Weintraub, por seu turno, escreveu duas vezes a palavra “paralisação” com “Z” no ofício dirigido ao seu colega de ministério (economia) Paulo Guedes. População brasileira — inclui-se figuras governamentais…