PONTO-de-VISTA

PONTO-de-VISTA

Não aprecio paródias sob pano-de-fundo músicas de terceiros, tal qual meu desapreço perante percepções de remessas de “convivas” com conteúdos de produções de outrem (‘anônimo’ ou ‘famoso’) à demonstração da nossa incapacidade e/ou medo de emitirmos próprias opiniões.
Lamento minha franqueza, diga-se, necessária.
Não tenhamos receio de eventuais ERROS, estes, inerentes a atitudes, ou seja, quem nada faz, nenhum risco assume, contudo, a omissão é um dos mais graves pecados de humanos.
João S. Souza