SURRUPIO DE ÁGUA MINERAL DO FÓRUM

SURRUPIO DE ÁGUA MINERAL DO FÓRUM

O Tribunal de Justiça de S. Paulo, sob relatoria do desembargador Ferraz de Arruda, apura o caso de juiz acusado de levar, diariamente, para casa mais de dez garrafas de água do fórum.

Segundo levantamento, desfalque de 60 recipientes por semana, enfiados pelo magistrado em sua própria mochila, conhecido como “auxílio d’água” no Tribunal paulista, que, por unanimidade, o colegiado rejeitou a defesa prévia do magistrado, e decidiu instaurar processo administrativo disciplinar, conforme o voto do corregedor-geral da Justiça, desembargador Ricardo Anafe, pois, a apuração relata procedimento do juiz que ao sair do fórum, enchia uma mochila com garrafas da água, e fez o consumo de água alterasse (240 garrafas) por mês, disponibilizadas na COPA, que o magistrado ao sair do prédio enchia a sua mochila com garrafas com a água, além de outras informações funcionais, como não conferir decisões feitas por seus auxiliares e xigamentos a colegas.
João S. Souza