TRISTE SER-HUMANO

TRISTE SER-HUMANO

_______________________ João S. Souza
Somos pouco urbanos: recebemos comunicado de cunho pessoal, seja conteúdo de produção do próprio remetente e de caráter opinativo e, também, no campo da chamada criação, independentemente de modalidade, ou seja, tanto faz se literatura, música e tantos outros, venha de lado qualquer, não CORRESPONDEMOS a eventuais expectativas, e, se há exceções, não influenciam o quadro ora pintado por este “expositor” em atividade.
E, no ensejo, apresento minhas escusas.
Há reclamantes em relação a tudo e quase todos!