Independentes

Mês: Novembro 2019 Page 1 of 3

A M B I Ç Ã O

Explica a péssima fase na dita cultural e, pior, complica a gravíssima situação brasileira, inclusive a recente passagem do “Por todos cantos” na Praça da Estação em Belo Horizonte, marcante por assassinato no evento:

“PRIMEIRA DO BRASIL — Marília Mendonça — é a mais ouvida no Brasil e a 3° no mundo Deezer,
entre os top 10 artistas de 2019, sete são do gênero sertanejo
Por FOLHAPRESS
Qua, 27/11/19 – 09h48Não tem para ninguém. A cantora Marília Mendonça, 24, é a artista mais ouvida na plataforma Deezer no país. Além disso, em âmbito mundial, a cantora, que está grávida de seu primeiro filho, aparece em terceiro lugar entre os mais escutados. Marília tentava essa primeira colocação há três anos. Em 2017, ficou em segundo lugar no Brasil. No ano passado, ela caiu para a terceira colocação dentre as mais executadas. Agora no topo da lista, a artista goiana deixou para trás nomes como Zé Neto & Cristiano (2º), Gusttavo Lima (3º) e Anitta (4º). Entre os top 10 artistas de 2019, sete são do gênero sertanejo.

“Esse ano, para mim, tem sido um dos melhores da minha vida”, aponta a cantora, cuja felicidade é duplicada com o bebê que carrega. “Entre tantas notícias boas, sem a menor dúvida, a chegada do Leo foi a mais especial.”
Globalmente, Marília também fez bonito e, segundo dados da plataforma, aparece em destaque na terceira colocação dentre artistas mais ouvidos no mundo. Fica atrás de J. Balvin e do francês Ninho. Deixou para trás os renomados Ed Sheeran (6º) e Ariana Grande (8º).O álbum da brasileira, “Todos os Cantos”, ficou na 5ª colocação do ranking mundial este ano dos mais tocados. No Brasil, o disco aparece no topo.
“Foi o ano em que dei início à realização de um grande sonho, o projeto ‘Todos os Cantos’. Meu público abraçou todas as músicas que lançamos até agora desse trabalho e, com certeza, esse resultado é mais uma conquista e uma felicidade que compartilho com todos que me acompanham e que gostam do meu trabalho”, completa a artista.”

miseraveis.com

ATUALIDADE

Grupo de Homens reunidis num Seminário “Como Melhorar a vida Conjugal”.
O palestrante perguntou à plateia “quais dos participantes amam suas mulheres?”
Levantaram as suas mãos quase todos.
E, em seguida, “qual a última vez disseram às esposas que as amavam?”.
Entretanto, ninguém se recordava do feito.
O conferencista sugeriu-os que através dos seus celulares escrevessem “Te amo , querida” e enviassem, por WhatsApp, às respectivas mulhes.
Posteriormente, o palestrantre pediu a todos mostrassem as respostas recebidas.
Eis, abaixo, algumas das correspondências:

1 ) estás bem?

2 ) o que houve?

3 ) tu disseste o quê com isso?

4 ) aí tem coisa!

5 ) acaso não me disser para quem seeia esta mensagem, eu juro matar-te!

6 ) nem vem, estou menstruada!

7 ) tens alguma doença terminal?

8 ) Qual “M” tu fizeste?

9 ) bebendo novamente?

A melhor de Todas:

10 ) Quem mandou-me a mensagem?

Sorrias!

“DESDTINAÇÃO, ou “IRONIA”?

Fugira” da violência desordenada, morava nos USA, na divertida Orlando, na qual estive, curiosamente, em 2006, para visitação ao Universal Park, para aonde retornara o “apresentador” Gugu após afazeres no Brasil, principalmente gravação de vídeos (programas) televisivos, ida e vinda idênticas ao procedimento de outras personalidades que amelham confortáveis fortunas, principalmente do sistema midiático em geral.
João S. Souza

NORMAL ABSURDO

Eu, desde a criação e/ou nascimento da Associação de Defesa dos Direitos do Consumidor (agosto 1989) somada ao surgimento do periódico-mensal Antídoto (maio 1996), ambas criações da minha iniciativa, instituí contestações (públicas) frente a algumas práticas ilegais e, também, imorais perpetradas por COPASA (herança Hélio Garcia e seus asselcas, que “imitaram” sistema de taxação da França — onde existe, há décadas, 100% de coleta e tratamento dos dejetos), contra tal absurdo lutei em condição de abandonado, infelizmente, à exaustão, porque em minas (especial e exclusivamente) prevalece interesse por torcida de futebol, religião, sertanojo etc., mas, enquanto VIDA há esperança:
“Lei municipal, aprovada pelos vereadores e sancionada pelo Prefeito de Alfenas
(MG), proíbe a Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) de exercer a taxa de esgoto no município. A decisão foi tomada porque não existe tratamento de esgoto em alguns bairros da cidade.
Na cidade, a taxa de esgoto é cobrada de duas formas. Nos bairros onde há tratamento, a população paga 90% de tarifa, nos locais onde não há, a taxa é de 50%.
o procurador geral do município, Adauto de Oliveira, a cobrança é indevida. “A empresa tinha que oferecer a totalidade do tratamento na cidade”, afirma.
Segundo a Copasa, a região dos bairros Vila Teixeira e Vista Alegre é a única em Alfenas que não recebe tratamento de esgoto. As obras deveriam ter sido entregues há cinco anos, mas até hoje elas não saíram do papel.
O gerente da Copasa Ricardo César Bruno afirma que o atraso é devido a uma falta de convênio com a prefeitura, além da dificuldade em negociar áreas. Sobre a lei aprovada pela Câmara, o gerente diz que a Copasa ainda não foi informada, mas que vai recorrer da decisão.
Aprefeitura afirma que fiscalizará os novos valores das contas de água na cidade. Acaso a lei não seja cumprida, a Copasa está sujeita a uma multa de R$ 30 mil por dia.
A construção da única estação de Alfenas concluída, mas dois anos depois do prazo determinado.
A prefeitura entrou na Justiça e a Copasa multada em mais de R$ 13 milhões.”

João S. Souza

Page 1 of 3

Powered by WordPress & Theme by Anders Norén