ABANDONO POPULAR

ABANDONO POPULAR

Sabemos da existência de representantes de corporações, como a PM, no entanto, desconheço quem representa, verdadeiro e abertamente, a população, mas, sei que a maioria absoluta e esmagadora de vereadores, deputados estaduais/federais e senadores, após vitórias nas suas colheitas dos votos em urnas-eletrônicas, aglutinada sob título “bloco ou base de sustentação de governo“, diz somente amém às ordens e aos interesses dos ocupantes das cadeiras do poder executivo (prefeitos, governadores, presidente) e abandona os tais compromissos de campanhas (propagandas) eleitorais, pois, acaso existisse consciência, em vez de ignorância e desleixo, no seio do contingente formado pelo eleitorado brasileiro, este exigiria enquadramentos no Código Penal dos falsários travestidos de parlamentares por cometimento do crime de falsidade ideológica, porque a legislação eleitoral serve-lhes de esconderijo e proteção contra os eleitores, que lhes facilita manipulações da incolor massa-cerebral do Brasil.
João S. Souza