ATRELAR DESCONEXO

ATRELAR DESCONEXO

Lula, em tese, ‘réu-confesso’, ao dizer em vídeo circulante na web, “meu triplex”. Defensores (advogados) conseguirão sustentar a argumentação da negativa da posse e propriedade do ‘AP’ no Guarujá , via de consequência e provavelmente, por terra a busca do denunciado e/ou indiciado (enquadrado) nos tipos penais? Assim, complicada e temeraríssima segurar pleito de inocência. Situação traz lembrança do “embate” entre dois grandes criminalistas na seção de julgamento no Tribunal do Júri, Belo horizonte, quando o ora falecido Dr. Ariosvaldo –– grande tribuno –, à sobra de ‘esquecimento’, advogava negação à autoria dos seus constituintes no plenário, embora, anterormente, impetrara, com sucesso, habeas corpus perante o STJ, o que provocara reação (contestação) do adversário-acusador — não menos articulado — Dr. Décio Fulgêncio, no dia “julgamento final” no antigo prédio do Fórum Lafaiete, Rua Goiás. Eu, sem intenção de autovangloriar, tão-somente digo-te/vos nunca ajas(am) como indivíduo(s) ou profissionalmente com foco apenas no presente (momento), pois, “futuro adiante de tudo“, trecho da música Eclipse 2015, autoria deste autor João S. Souza.