C U I D A D O!

C U I D A D O!

Doenças silenciosas, bacterianas ou viróticas (lullopetismus e bolsonittis), tons avermelhado e esverdeado, respectivamente, em formatos indecifráveis, penetram nas membranas reginais do cérebro. Os sintomas no começo são leves (“nem gosto tanto daquele ou desse elemento”), mas, aos poucos, surgem, ativamente, procedimentos estranhos, falas desconexas e/ou desencontradas sobre questões como nazismo, ditadura, tortura e democracia, fase males alojados na parte esquerda do córtex pré-frontal, que responde pela operação da inteligência, assim, criam “compreensão” invertida à demonstração de desagradáveis atitudes em brados “rouba, mas, faz” e “corrupção é compensada face desvirtusmento de quem apura crime”, vice-versa, assim, os indivíduos acometidos por tais moléstias bradam, frontalmente, entre si, com palavras-de-ordem “fascistas”, “esquerdistas”, “comunistas”, e misturam os seus significados.
Pacientes sem tratamento sofrem de avanços virulentos das patologias, expõem piora das manifestações, a torto a direito, com risco de disseminação social.
Acaso eventuais perdas de amigos em razão de crise dessas anomalias, saiba da possibilidade retomadas de melhorias do MEIO, reencontro de PAZ, dessa forma, ‘curtas’ e compartilhas a evitar acometimento de qualquer desses incômodos a outrem
!