CULPO a CEGONHA

CULPO a CEGONHA

BRASIL​ (piada pronta de maugosto), ​indivíduo flagrado​ em gravações, áudios e vídeo, como  “tem que ser um (Fred, o primo do mesmo) que a gente mata ele antes de fazer delação”, ​além de afirmações judicial e pública do pagador das propinas​ (mala com R$500 mil e compra de prédio em BH), ​Joesley​ (preso passageiramente), ​que jamais negara sua participação nos crimes mortais contra o mesmo POVO que, segundo notícia (“ESTADÃO”), votará no indigitado acaso candidatura à reeleição em outubro vindouro:​

“Quase um ano depois de ser gravado pelo empresário Joesley Batista, do Grupo J&F, pedindo R$ 2 milhões para pagar advogados, e ser denunciado no Supremo Tribunal Federal por corrupção passiva e obstrução da Justiça, o senador tucano Aécio Neves voltou a percorrer Minas Gerais com o objetivo de renovar seu mandato no Senado por mais oito anos.
Seu projeto político, porém, enfrenta problemas de todos os lados. Sofre resistência dos dois principais candidatos de oposição ao governador Fernando Pimentel (PT): Márcio Lacerda (PSB) e Rodrigo Pacheco (MDB)“.

João S. Souza