NUNCA TARDE RECONHECIMENTO:

NUNCA TARDE RECONHECIMENTO:

o caríssimo Moal Paraclito Carneiro — ontem, aniversariou otogenário –, por quem conservo gratidão por demonstrado espírito de coleguismo e solidariedade, independente de eventuais e possíveis situações de embates profissionais no âmbito da atividade advocatícia, a qual exercemos como profissão. Tenho na lembrança episódio à porta da Contadoria quando funcionava no 3°. andar — Fórum Lafayete –, à época, eu e o aniversariante discutiamos, processualmente, como ex-adversos , prestou-me solidariedade com firmeza de atitude quando encontrava-me cercado por policiais militares sob a ordem de Juiz, ao resistir, viementemete, à impropriedade funcional da então funcionária responsável por cálculos judiciais, Lindaura — posteriormente, destituída da fundação e exonerada do emprego em razão do seu procedimento noutro episódio de maior repercussão em relação a terceiros — seu paradeiro incerto.
Assim, experiência própria pessoal, registro de passado à posteridade.
João S. Souza