FUMAÇA de JUSTIÇA

FUMAÇA de JUSTIÇA

FUMAÇA de JUSTIÇA

Alarga-se o caminho de chegada (alcance) ao ex-todo-poderoso em Minas, Aécio, ovacionado, diuturnamente, principalmente enquanto tinha as chaves dos cofres das Gerais, pelo que fazia (e não produzia), independentemente do seu real propósito, juntamente à irmã, aos Castros, ao Anastasia e outros, transformados em “boa-notícia” (criação de emissora radiofônica mineira).

A Polícia Federal registrou apreensão de substância entorpecente na casa de Paulo Vasconcelos, marqueteiro de Aécio Neves na campanha presidencial de 2014.
Buscas de ontem na Operação Ross no suspeito de emprestar sua empresa de publicidade para recebimento de R$2,5 milhões de propina para o indigitado senador e de emitir notas frias como acobertamento de operações.

João S. Souza